Architect Magazine

Muito boa essa revista! pra quem tem iphone, ipad ou ipod touch pode baixar o aplicativo que permite o donwload gratuito das edições mensais! Quem não tem, pode achar muita coisa no site também.

Na edição de junho saiu o projeto do Jürgen Mayer H. A maior estrutura de madeira do mundo!

“Madeira compensada, metal, cola remetem a um periodo muito distante na indústria da construção. Mas esses materiais ainda se encontram presente na atualidade, como foi demonstrado pelo projeto inalgurado em Março de 2011: o novo Metropol Parasol em Sevilha, Espanha. ”

A estrutura e o material não foi o que conduziu o desenvolvimento do projeto, inicialmente a preocupação do arquiteto foi a configuração do espaço, a ideia não era só uma praça sombreada, mas também um local para comércio, restaurante, galerias e até um museu-arqueológico. Depois de pensar nisso é que a estrutura foi desenvolvida, de forma inovadora e com o menor número de apoios possível, conseguiu-se criar o espaço esperado sem atrapalhar as antigas ruínas romanas que se encontram ali embaixo.

“É uma máquina para revitalizar o espaço público no coração da cidade velha.”

Metropol Parasol

Seville, Spain/Jürgen Mayer H.

 The Parasol structure is designed as a grid of right angles, which create equal bays measuring 5 feet square in plan.

Image

An archaeological museum is in the basement level, and a market hall occupies the ground floor.

The next level features commercial programming such as restaurants, and the structure is topped by an elevated promenade.

Image

por: Ingrid Matos

Anúncios

Fab♥

Esse site é bem legal, tem umas promoções boas, mas pra mim a melhor parte é se inspirar nos lançamentos deles! Sempre tem coisa nova!! Aí vão alguns lançamentos dessa semana!

Por: Ingrid Matos


FOREVER SNES

Domingo tem nada pra fazer, ai que eu comecei a procurar joguinhos pra colocar aqui no mac e tudo mais. Pesquisando cai num site que tinha emulador de SNES pra baixar, ai que pra ver se valia a pena baixar eu fui pesquisar os jogos e ver o que eu teria e tal.

Nesse meio achei o video abaixo que são 100 jogos de SNES em 10minutos. Por que vale a pena ver? (tá que na minha cabeça eu não preciso dar motivos, mas vou fazer o esforço):

1. Rever aqueles jogos que vc era viciadaço na infância e passou a adolescência discutindo e lembrando com os amigos.

2. Porque nesse video você pode achar aquele jogo que amava e não lembrava, foi o que aconteceu comigo com o jogo Spakster e Star Fox (quadradãaaao, gráfico triste, mas que era tudo na vida)

3. Relembrar é viver, rerere. Tá. Agora vai assistir e pronto.

Esse video eu achei aqui, tem uma lista com o nome dos jogos e onde eles tão no video.

E desses eu lembrei os que eu mais curtia:

Killer Instinct (um primo meu tinha a fita e a gente jogava muito)

Star Fox (um outro primo meu que tinha e uma coisa que eu lembro é que era muito dificil de jogar)

Sparkster (não lembro se essa fita era minha, mas eu lembro q meu pai era viciado nesse jogo)

Super Tartaruga Ninja IV (essa fita era de um amigo meu que morava lá perto de casa e ele curtia muito e só queria jogar isso, eu curtia mas nem tanto)

X-men (melhor jogo ou melhor jogo? haha. Muito esparrado esse jogo)

Super BomberMan (meu pai era e é muito viciado nesse jogo, colocar isso na Tv ele esquece da vida, sério)

O mais massa de escrever esse post é que rola maior nostalgia, por conta das lembranças, como era jogar, a gente guri, aquela infancia legal e tudo mais, eu acho que Super Nintendo é muito isso.

Ah e pra vocês morrerem de inveja, eu to em Brasilia e um amigo meu comprou um cd de PlayStation 2 que tem uns 1000 jogos de SNES e já ta marcado da gente zerar Zelda (o problema é que o retardado deletei meu ultimo save e eu vou ter que jogar do inicio, mas beleza).

ks


Póstura em sala de aula

Vi isso no meu reader, nesse site aqui. Que é um site japonês com referencias de trabalhos de design muito bom, mas não rola de LER nada, né, haha.

O objeto acima (travesseiro-vestivel?) é meu sonho de consumo do ensino médio, hahaha. E seria muito Útil nas aulas da facul também. Nosssssa !

ks


Prancheta#10

FGMF – Edifício Projeto Viver

Criado para atender a população da favela Jardim Colombo, em São Paulo, o projeto premiado do FGMF foi construído no último terreno livre da comunidade, era um dos poucos lugares de convívio do local, fato que só tornou mais difícil a concepção do projeto.  Os arquitetos mantiveram os acessos existentes e posicionaram os blocos para aproveitar melhor o espaço livre. O edifício também abriga as atividades da associação Viver em Família, que já atuava no desenvolvimento humano da comunidade.

Por: Ingrid Matos


O NORTE – Oficina de Criação

Meu sonho da vida é ter um atelier que misturasse arquitetura, design, produção visual, artes e moda! Imagina um espaço que torne esse mix possível, salas de projetos, desenhos, costura, artes, etc. Os profissionais teriam seu espaço de trabalho pra fazer seus próprios projetos, mas também teriam os projetos que integrassem todas as áreas ou algumas delas!
Aí, passeando pela internet um dia desses, achei essa oficina de criação – O NORTE
Em 98 eles criaram a oficina com o objetivo de divulgar arte e cultura pelo norte-nordeste do Brasil. Eles juntaram profissionais de várias áreas e desenvolvem projetos em parceria com outras organizações, super descolados e antenados nas atualidades!

Gostei muito, aí vão alguns projetos deles…

Por: Ingrid Matos


Programa: Nos Trinques

Para o nosso post de número 100, fiz um release de um programa que vale a pena conferir. Tentei ser bem completo, espero que gostem:

~

Vagando pela Tv descobri um programa novo da nova programação do GNT que eu curti muito, se chama Nos Trinques e a idéia é desmestificar o design, de uam forma prática. No site deles você assisti online os programas, mas não achei uma forma de colocar aqui direto, corri pro youtube e achei. Olha ai:

O programa com Marcelo Rosenbaun, acho que vale a pena conferir né? haha:

Não vou mentir não, eu sei quem é Marcelo Rosenbaun, mas conhecia pouco o trabalho dele e conhecia nada da história dele. Minha única mémoria é um  livro de capa super amarela, que se não me engano dentro é rosa e tal.
Então curti muito o video acima que você entende quem ele é, a forma de trabalho dele  e seus valores. O cara agora tá em outro patamar pra mim, super referência. Algumas coisas que ele falou que eu achei muito massa:

– Trabalhar com referências locais: parar com isso de só olhar pra fora, de achar que o que é bom tá no exterior e tal, e pensar no micro, o que tem pra aproveitar naquele lugar, ali. O pé da mesa que ele desenvolveu com as trançadeiras é muito isso, achei fantastico e um trabalho excelente. Entre tantos motivos, um que me sobressai é o de valorizar aquilo que já é feito. Aproveitar a técnica que já é conhecida, até historica e dar novo rumo, fazendo com que seja valorizada.

– Outra coisa legal é conseguir extrair a essência de algo para trabalhar em cima, então assim, vê um elemento típico de uma cultura, no caso dele foi o objetos de decoração do Nordeste e a partir disso desenvolveu uma linha de moveis que foi reconhecida lá fora.

Comecei a escrever sem ver o video todo, agora que eu vi ele falando do livro, então já pode comprar um pra mim tá? Entra em contato que eu passo meu endereço, haha. Sério, vou correr atrás, porque eu curti muito.

O nome não me é estranho, mas eu não conhecia o trabalho, Pink Wainer (acredite se quiser, não achei site dela, vai ver ela não tem mesmo, então minha dica é). O video abaixo mostra o atelier e a forma de pensar dela, me identifiquei com muita coisa e tem outras que eu acho loucara, mas ai é de cada um. Confere:

E ai de video a gente cai em outro, que cai em outro e assim a gente vai. Parece que a GNT ta investindo pesado mesmo nesse programa, porque só tem gente de peso. Para completar o time, uma matéria com eles que geram o maior reboliço no cenário de design, sim Os Irmãos Campana:

Para os arquitetos de plantão,vale muito a pena ver os programas abaixo:

Curtiu?

ks